0
  Login
Chip 72 núcleos Intel pula de supercomputadores para workstations

Chip 72 núcleos Intel pula de supercomputadores para workstations

Chip 72 núcleos IntelIntel quer mudar o jogo no mercado de desktop20s com uma estação de trabalho (workstation) que traz o seu processador de supercomputação de 72 núcleos

A workstation da Intel será baseada em um ainda inédito chip Xeon Phi, que tem o codinome Knights Landing e está sendo anunciado como o chip mais poderoso já criado pela empresa.

Um número limitado de workstations será lançado na primeira metade do ano que vem pela Intel, que também controlará a distribuição inicial. À medida que o uso se expandir, a Intel espera que fabricantes de PCs e outros parceiros se interessem por vender desktops Xeon Phi, afirmou o gerente geral do HPC Platform Group da Intel, Charles Wuischpard.

Para quem não sabe, estações de trabalho são desktops corporativos que costumam ser maiores do que desktops convencionais, com um exemplo sendo o Mac Pro, da Apple. Esses computadores são amplamente usados para gráficos pesados, edição de vídeos e aplicações de engenharia.

A maior parte das workstations atuais são baseadas nos chips desktop Core ou Xeon para servidores.

A workstation de supercomputação da Intel inicialmente será disponibilizada para pesquisadores que não tem acesso aos supercomputadores baseados em Xeon Phi para cálculos científicos complexos. Eles poderão escrever e testar códigos no computador antes de aplicá-los em supercomputadores.

A máquina é mais um experimento do que um esforço para mudar a maneira como os desktops e estações de trabalho são desenvolvidos, destaca Wuischpard.

Coprocessadores como o Nvidia Quadro já estão sendo usados juntamente com CPUs Intel em estações de trabalho para “dar um gás” no desempenho de aplicações. Mas a workstation da empresa terá apenas um chip Knights Landing, que vai carregar o sistema e aumentar a performance das aplicações.

Operadora lança o WhatSIM, um chip para usar só o WhatsApp

Operadora lança o WhatSIM, um chip para usar só o WhatsApp

whatsapp chip celular - Giga web solutionsConheça o WhatSim, o chip exclusivo para WhatsApp

Para quem não faz nada no celular além de ficar no WhatsApp, uma operadora italiana propôs uma nova ideia: um chip para celulares que permite o acesso livre ao aplicativo em 150 países diferentes (incluindo o Brasil) pelo valor de R$ 30 por ano.

O WhatSim, criado pela Zeromobile, permite conversar em texto livremente com seus contatos. No entanto, para poder enviar fotos, vídeos e mensagens de voz e compartilhar sua localização, é necessária uma recarga extra.

Na verdade, a ideia é mais voltada a viajantes que não precisariam mais ficar trocando de chip a cada vez que vão para um novo país. Basta colocar o WhatSim no celular e se manter conectado aos seus amigos.

O chip também não é capaz de fazer chamadas telefônicas tradicionais, e também não oferece conectividade para outros aplicativos ou sites. Ele é feito exclusivamente para uso do WhatsApp.

Quem quiser utilizar aqui no Brasil pode comprar o chip no site oficial, com um custo de a partir de 15 euros, aproximadamente R$ 45.

Via GSM Arena